Você tem inteligência relacional?

padrao

Inteligência Relacional é a habilidade que uma pessoa tem de manter uma relação saudável com ela mesma. 

A partir do momento em que você aprende a se autoconhecer e a aperfeiçoar a sua inteligência relacional, tem mais facilidade também em se relacionar com o outro.

Mas como desenvolver a nossa Inteligência Relacional? 

Segundo Jeremie Kubicek, no livro “5 Gears: How to Be Present and Productive When There is Never Enough Time”, há cinco marchas pelas quais passamos no decorrer de nosso dia. E alternar entre elas na hora certa contribui para aprimorarmos a inteligência relacional. Confira:  

5ª marcha: Modo de Foco. 

É quando você tem de estar totalmente concentrado em uma atividade e evitar ao máximo as distrações. Neste caso, se um colega de trabalho for até a sua sala para conversar justamente quando você estiver no meio de uma atividade , diga: “Eu adoraria falar sobre isso, mas minha mente está focada em outra coisa agora. Podemos nos encontrar às 14h, quando estarei totalmente focado em você?”.

4ª marcha: Modo Tarefa. 

Já se fora da empresa você não conseguir se desligar dela, criar um gatilho pode ajudar. 

Kubicek decidiu que toda vez que aproximasse de uma ponte no trajeto entre o escritório e sua residência, iria refletir sobre como ajudar a esposa e os filhos ao chegar. Deste modo ele parava de pensar no trabalho e ia para a 2ª marcha, a da conexão.

3ª marcha, Modo Social. 

No Happy Hour você continua falando sobre demandas da empresa? Então encontre também um gatilho que te faça mudar para a 3ª marcha e se socializar com pessoas além do seu círculo mais íntimo. 

2ª marcha, Modo Conectar. 

Em casa, deixe a tecnologia de lado se ela estiver impedindo sua conexão com quem você mais ama.   

1ª marcha: Recarregar. 

Todos precisamos recarregar as energias. Portanto, descanse!  

Entenda em que marcha você costuma ficar preso. 

Aliás, esse é o primeiro passo para melhorar sua inteligência relacional e estar bem com você e com outras pessoas.