Workshop CNV – Comunicação Não violenta

Imagem de destaque do site (1600 × 1600 px) (1920 × 1080 px)

INFORMAÇÕES

Data de Início: Em Breve
Duração: 6h
Horários: Segunda-feira e Terça-feira - 19h às 22h
Turma: 12

Local: Plataforma Zoom

“A qualidade do seu relacionamento depende também da qualidade da sua Comunicação."

Como você tem se comunicado?

Você sabia que a grande maioria de pessoas vivem conflitos e desentendimentos que são causados pela falha na comunicação?

A comunicação eficaz é uma habilidade que pode ser aprendida. Uma das ferramentas mais poderosas, práticas e de fácil aplicação que estão disponíveis em vários cursos da área comportamental. O INDESP é um instituto que está há quase 30 anos no mercado e 95% dos seus cursos promovem o empoderamento nos alunos através de um processo de transformação. Relacionamentos conflituosos tem sido uma constante na vida de casais, pais e filhos e no ambiente profissional. A boa noticia é que tudo isso pode ser facilmente evitado ou amenizado com ferramentas que trata o uso correto da linguagem através da Comunicação Não violenta..

SOBRE O CURSO
A Comunicação Não-Violenta (CNV), também conhecida como a “linguagem do coração” é um processo de linguagem criado e disseminado pelo psicólogo americano Marshall B. Rosenberg. Ele uma ferramenta que está sendo utilizada cada vez mais ao redor do mundo.

Utilizar e Indicar o caminho para estabelecer relações de confiança e apoio é a proposta desse curso de Comunicação Não-Violenta que vai empoderar as pessoas com recursos eficazes harmonizando-as e levando todos esses recursos para fortalecer e curar os relacionamentos e construindo relações mais saudáveis.

Vamos compreender e praticar os princípios básicos da Comunicação Não-Violenta, unindo teoria, exercícios e muitas dinâmicas de empatia, escuta ativa e diálogo. Nosso objetivo é propiciar o melhor aprendizado e o máximo aproveitamento do curso. Para isso, fazemos questão de criar um ambiente propício e acolhedor, com um grupo pequeno de participantes.

“Por trás de todo comportamento existe uma necessidade ” Marshall B. Rosenberg

BENEFÍCIOS E VANTAGENS

Todo esse processo poderá ser utilizado em vários contextos, transformando com excelência a nossa forma dialogar com nosso parceiro, marido, esposa, companheiro(a), pai, mãe, filho(a), namorado(a) e até mesmo com nosso cliente, quando nos vemos no meio do conflito.

Com a ferramenta CNV Comunicação Não Violenta, você aprenderá:

A refinar e reformular a maneira pela qual você se comunica, terá uma escuta empática profunda e com isso irá criar uma conexão verdadeira com os outros tornar as respostas conscientes, firmemente baseadas no que estamos OBSERVANDO, SENTINDO, NECESSITANDO e PEDINDO, identificar e expressar sentimentos.

Como transmitir empatia para outras pessoas.
Aprender a diferença entre comportamentos, pensamentos e sentimentos.
Reconhecer e expressar vontades pessoais.
Melhorar a comunicação nos relacionamentos pessoais e profissionais.
Mais harmonia e paz no cotidiano.

A quem se destina

Gestores, Líderes, Educadores, Terapeutas, Advogados, Pais, Mães, Professores, Coaches e todas as pessoas que estão em busca de mais autenticidade e conexão nas suas relações.

Introdução à CNV

  • O que é
  • Bases
  • Quando usar

Processo da CNV (Componentes)

  • Observação
  • Sentimentos
  • Necessidades
  • Pedido

Comunicação que bloqueia a compaixão (estimula a violência)

  • Julgamentos moralizantes
  • Fazendo comparações
  • Negação de responsabilidade
  • Outras formas de comunicação alienante da vida

Observar sem avaliar

  • A forma mais elevada de inteligência humana
  • Distinguindo observações de avaliações

Identificando e expressando sentimentos

  • O alto custo dos sentimentos não-expressos
  • Sentimentos versus não-sentimentos
  • Sentimentos quando as necessidades estão sendo atendidas
  • Sentimentos quando as necessidades não estão sendo atendidasAssumindo a responsabilidade por nossos sentimentos
  • Ouvindo uma mensagem negativa:

Quatro opções:

  1. a) Culpar a nós mesmos;
    b) Culpar os outros;
    c) Escutar nossos próprios sentimentos e necessidades e;
    d) Escutar os sentimentos e necessidades dos outros.
  • Distinguir entre doar de coração e ser motivado pela culpa
  • As necessidades na raiz dos sentimentos
  • A dor de expressarmos nossas necessidades versus a dor de não a expressarmos
  • Da escravidão emocional à libertação emocional:

Três estágios:

  1. a) Escravidão emocional;
    b) Ranzinza e;
    c) Libertação emocional
    Pedindo aquilo que enriquecerá nossa vida
  • Usando uma linguagem de ações positivas
  • Fazendo pedidos conscientemente
  • Pedindo um retorno
  • Pedindo honestidade:
  1. a) o que o ouvinte está sentindo;
    b) o que o ouvinte está pensando ou;
    c) se o ouvinte está disposto o tomar determinada atitude;
    – Fazendo pedidos a um grupo
    – Pedidos versus exigências
    – Definindo nosso objetivo ao fazer pedidos

Receber com empatia (expressar-se com honestidade e receber com empatia)

  • Pergunte antes de oferecer conselhos ou estímulo
  • A compreensão intelectual bloqueia e empatia
  • Procurando escutar sentimentos e necessidades
  • Mantendo a empatia
  • Quando a dor bloqueia nossa capacidade de oferecer empatiaO poder da empatia
  • Empatia que cura
  • Empatia e a capacidade de ser vulnerável
  • Usando a empatia para afastar o perigo
  • Empatia ao ouvirmos um “Não”! de alguém
  • Empatia para reanimar uma conversa morna

Conectando-se compassivamente com nós mesmos

  • Lembrando como somos especiais
  • Avaliando a nós mesmos quando fomos menos que perfeitos
  • Traduzindo julgamentos sobre si mesmo e exigências internas
  • O luto na CNV
  • Perdoando a nós mesmos
  • Não faça nada que não seja por prazer
  • Cultivando a consciência da energia por trás de nossas ações

Expressando a raiva plenamente
– Distinguindo o estímulo da causa
– Toda raiva tem um âmago que serve à vida
– Quatro passos para expressar a raiva

O uso da força para proteger
– O pensamento por trás do uso da força
– Tipos de força punitiva
– Os custos da punição
– Duas perguntas que revelam as limitações das punições
– O uso protetor da força nas escolas
Libertando-nos e aconselhando os outros
Expressando apreciação na CNV

Aula prática e vivencial com dinâmicas.

Data de Início: Em Breve
Horários: Terça e Quarta-feira – 19h às 22h

Local: Plataforma Zoom

 

Compartilhe esse curso

Facebook
WhatsApp
Email
Twitter
Pinterest

Fale com nosso consultor

Ao concordar com a política de privacidade você aceita receber contatos via e-mails, mensagem whatsApp com conteúdos gratuitos e informações de palestras e cursos do INDESP.