Coronavírus: Como manter o equilíbrio no CAOS?

padrao

Em meio ao caos causado pelo Coronavírus, como podemos nos reinventar? Como acessar nossa criatividade e achar um jeito de viver, de trabalhar e conviver preservando a vida?

Sabemos que esse tempo aqui é provisório e que ninguém vai ficar para semente.  A vida é esse movimento que acontece entre o berço e o túmulo! Mas como manter o equilíbrio diante do caos?

É que, de repente, o mundo todo entrou em pânico. A insegurança e o medo surgiram com o coronavírus e ganharam força, abalando todo o planeta nesse momento. Sentimos-nos vulneráveis vendo nossa vida em risco nos tirando da nossa zona de conforto, nos roubando a rotina, nos tirando a liberdade de ir e vir e nos colocando no isolamento social

Mas quem sabe podemos sair um pouco do automático, abrir mão de algumas coisas, repensar e reprogramar nosso dia a dia? Assim, a partir das orientações da OMS e dos governos, somos convidados a mudar nossos hábitos e criar um jeito de ficar mais em casa.

Isso mesmo: uma das formas de prevenir é evitar aglomerações.

Ou seja, é voltar pra casa! E voltar para dentro de nós mesmos para refletirmos sobre nossa vida e nossos valores!.

Entram aí a nossa autorresponsabilidade, autoconsciência e o aprender a se cuidar e cuidar do outro. De repente todos somos uma única família e já não existe diferenças econômicas e sociais, estamos todos no mesmo barco!

Eu fico feliz em saber que nós estamos recebendo orientações, ferramentas, recursos para nos prevenirmos e para garantirmos esse maior tesouro que nós temos, que é a nossa vida.

Porém, é interessante não entulhar nossa mente com informações demais pois isso pode criar pânico e piorar a situação. Uma quantidade adequada de informação que não interfira na nosso equilíbrio emocional

Para manter o equilíbrio, que tal respirar e se conectar com a sua fé?

Esse é um bom momento para começarmos a acreditar que “isso também passará!”. Vamos colocar o foco de atenção naquilo que a PNL, ou Programação Neurolinguística, chama de ESTADO DESEJADO.

Mas o que é isso, afinal?

Além da gente se prevenir, de fazer tudo que tem que ser feito, é importante a gente acessar nossos recursos internos e visualizar saúde, harmonia em todo nosso planeta. Podemos manter o equilíbrio entrando em um estado de oração, acessando a nossa fonte criativa de esperança, realmente, desenhando na nossa mente, no nosso sistema e no nosso coração, aquilo que nós realmente queremos.

Quem sabe essa experiência veio pra trazer mais maturidade emocional e espiritual para todos nós?

Quem sabe isso seja um convite para sairmos do automático, darmos mais importância ao que realmente importa?

Podemos aprender e crescer com tudo isso.

Além disso, podemos rever um jeito de curtir as coisas simples da vida, ter mais tempo para as pessoas que amamos, curar relacionamentos, reavivar a chama do amor, criar mais conexão com nós mesmos e com nossos familiares, transformar nossa casa em um verdadeiro lar aconchegante e mais feliz!

Medo é fé que algo vai dar errado.

E crença cria experiência. Se eu alimento o medo, um pânico se instala e a possibilidade que nós temos de aumentar esse vírus é ainda maior.

Profissionais que trabalham com a Neurociência, Programação Neurolinguística, física quântica sabem que onde está nosso foco de atenção, aí está nossa vida.

Neste momento, é muito importante sim tomarmos todos os cuidados. Realmente não podemos fazer vista grossa para isso, vidas estão em jogo!

Mas o meu convite é: vamos sim nos cuidar, nos prevenir, porém vamos também colocar nosso foco de atenção na saúde, não na doença, visualizando esse caos se reorganizando, essas pessoas que foram infectadas superando essa dor.

Vamos fortalecer a nossa fé, acender dentro do nosso coração essa chama.

Vamos aproveitar os momentos juntos dentro da nossa casa, ao invés de ficarmos só vendo as notícias.

Essa é minha sugestão: que neste momento possamos encontrar o nosso melhor, tomando todos os cuidados em prol da vida mas firmes na nossa fé!

 

Luíza Lopes é Trainer e Diretora do INDESP.